Itália: um giro, 8 cidades e muita Arte! Por Cris Geraldelli

Itália: um giro, 8 cidades e muita Arte! Por Cris Geraldelli

Coluna do Amigo Correspondente
15 - FIRENZE - A indescritível DUOMO di FIRENZE - De emocionar
FIRENZE – A indescritível DUOMO di FIRENZE – De emocionar
Por Cris Geraldelli
Cris e sua amiga de infância, Fernanda Côrtes Gomes, Fizeram um giro por 8 cidades da Itália em 12 dias: Venezia, Bologna, Firenze, Lucca, Pisa, Pavia, Roma, Milano.
Como as 2 amigas, entre tantas coisas em comum, estudaram na Escola de Belas Artes do Rio de Janeiro, a viagem além de turística, visava conhecer as principais Obras de Arte de grandes artistas como Leonardo Da Vinci, Michelangelo, Botticelli, Raffaelo e Caravaggio.
O que para Fernanda foi a primeira vez, para Cris foi uma grande revisitação, pois em 1998 (17 anos atrás) ela morou por 3 meses em Firenze, para fazer um curso de Restauro Pittorico, e já havia visto praticamente tudo o que retornou agora para mostrar a sua querida amiga.
Confira o roteiro!
VENEZIA
Lugar da famosa Biennale di Arte Contemporânea, tivemos que dividir o tempo entre os museus e mostras da Biennale, e conhecer os diversos pontos turísticos e as ilhas de Murano, Burano e Torcello.
Venezia é uma cidade-cartão postal para todo canto!
Cada canal, cada ponte, cada palazzo, são imagens fotográficas a todo instante.
Um pulo a Burano é imperdível, é uma cidade-ilha com um estilo de vila de pescadores, com um artesanato de renda de bilro (merletto) e o Museo del Merletto (www.museomerletto.visitmuve.it).
Na Chiesa di San Martino uma surpresa: Uma pintura de Tiepolo “La crocifissione”.
Em Murano, chegamos no fim da tarde e sem a enxurrada de turistas.
Fim do dia lindo, com um jantar delicioso no Ristorante dalla Mora do Chef gentilissimo Loris.
Os garções simpaticíssimos e o ambiente bem mais tranquilo que Venezia.
10-venezia-com-o-chef-loris-no-simpatico-ristorante-dalla-mora-em-murano
VENEZIA – Com o chef Loris no simpático Ristorante dalla Mora em Murano
Tudo que puderem pedir de frutos do mar em Venezia e suas ilhas, peçam!
Pizza di frutti di mare, pasta alla seppia, o famoso “fritto misto”, sempre com vinho branco da casa e de digestivo o italianíssimo Limoncello.
Só fiquem atentos ao pedir o peixe inteiro, pois o preço do cardápio é por cada 100gr. E pode vir uma conta muito salgada no fim.
Não consegui desta vez ir a Torcello, uma ilha bem perto de Burano, que tem fundações do Império Romano, uma Catedral do século VII, que se encontra hoje como foi reformada no século XI.

 

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

VENEZIA – A beleza do homem italiano

 

Com a mesma influência das igrejas de Ravenna, tem mosaico bizantino ainda preservado. Uma jóia, que Fernanda terá que retornar para ver!

01-venezia-buquet-de-pimenta06-venezia-a-fofa-e-imperdivel-ilha-de-burano

VENEZIA – Buquet de Pimenta VENEZIA – a FOFA e IMPERDÍVEL ilha de Burano
BOLOGNA
Passadinha básica em Bologna para ver uma amiga e jantar numa típica cantina Bolognesa, passando pela Piazza Maggiore e pela Fontana del Nettuno. E vi, enfim, a fachada da Basilica di San Petronio depois da Restauração.
14-bologna-basilica-a-piazza-maggiore-uma-passadinha-em-bologna-para-rever-outra-amiga-e-seguir-viagem
BOLOGNA – Basilica a Piazza Maggiore – uma passadinha em Bologna para rever outra amiga e seguir viagem
FIRENZE
É definitivamente a cidade das Artes em todo o planeta.
Chegar pelas ruas estreitas e dar de cara com o Duomo, é sem dúvida uma experiência única.
Assim como chegar na Piazza della Signoria, onde tem também sua Fontana del Nettuno, o David de Michelangelo, uma galleria aberta de esculturas, o Palazzio Vecchio e a Galleria dei Uffizi, onde hospeda grandes obras de arte dos artistas italianos de várias épocas.
De Botticelli a Caravaggio. De colocar a prova o coração de quem estudou arte.
Fim do dia, passando pela Ponte Vecchio já fechando suas lojas, o azul do céu caindo e contrastando com as luzes de um amarelo quente, atravessar o Arno e ir tomar um delicioso aperitivo num dos restaurantes com vista para o rio.
Para quem não sabe, um dos costumes do norte da Itália é das 18 às 21h os restaurantes, cafés e bares, algumas pasticcerie também, servem o APERITIVO. Você paga a bebida, que pode ser um drink, uma taça de vinho ou um spritz (drink tradicional italiano), na faixa de 6 a 10 euro,
dependendo do local (alguns hotéis badalados chegam a 20 euro o drink), e come a vontade um buffet de pratos frios e quentes.
Para quem não bebe muito, é uma forma de “jantar” mais barato que ir a um restaurante com menu turístico, por exemplo!
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
FIRENZE – Netuno

17-firenze-palazzo-vecchio-e-piazza-della-signoria-arte-por-toda-parte

FIRENZE – Palazzo Vecchio e Piazza della Signoria – Arte por toda parte
Pequena cidade que ainda possui todo o seu muro original, é uma jóia bucólica, charmosa e cheia de lojinhas, cafés, detalhes, que te faz relaxar da muvuca turística enfrentada nas cidades mais famosas.
PISA
O complexo do Duomo de Pisa, foi especialmente tomado por um dia de intensa chuva e um céu branco, que tornou a experiência de chegada um verdadeiro momento de admiração e limpeza visual.
Toda em mármore branco, os volumes clássicos de Batistério, Catedral e Torre,
sobre o gramado verde e com o fundo do céu branco, ganhava uma leveza que até justificava a torre torta.
Tiramos as clássicas fotos com a Torre, claro!
PAVIA
Pavia é a cidade que eu escolhi, ou que me escolheu, para começar uma nova vida na Itália.
É uma cidade linda, mágica, poética. Sou apaixonada!
Situada na Lombardia, a 35km de Milano, é uma cidade universitária, muito famosa pelo curso de Medicina, tem seu castello, sua Ponte, seu Rio, e muita felicidade.
Leonardo Da Vinci viveu em Pavia por 6 meses, para estudar nas suas famosas bibliotecas e desenvolver o projeto para o Naviglio de Milano, que traz as águas pluviais de Milano até o Rio Ticino.
No Parco del Ticino, fizemos nosso primeiro picnic com a mesma toalha da Fernanda que fazíamos picnic no Aterro do Flamengo, quando eu ainda morava no Brasil. Basta passar num mercado, que tem tudo para um bom picnic de última hora, com direito inclusive a garrafinhas de PROSECCO com tampa de rosca para estas emergências.
Andar pelas ruas medievais do centro histórico de Pavia, mistura moda, bicicletas, vitrines deliciosas de cafeterias, e muita gente jovem e bonita nas ruas.
Ah! E o delicioso gelato na Latteria e Gelateria Da Cesare, na Corso Garibaldi, tradição em Pavia desde os anos 60.
O de Mango, de Pistacchio e de Ciocolato Fondente são IMPERDÍVEIS!!!! E para quem não é chegado em sorvete, tem cioccolata calda (chocolate quente) em 3 versões: al latte, fondente e bianco, e sempre se pode colocar a panna montata ou o zabaione, tudo fabricado ali, artiginale!!!
ROMA
Passear por Roma por si só, já é uma experiência. A cidade flui… de uma fontana a outra… pelo Rio Tevere, o Castello Sant’Angelo… pelas vias e pontes, um delicioso percurso de surpresas.
Como a Fontana di Trevi estava ainda fechada para restauro, abrindo 2 semanas depois que estivemos em Roma…😦, e a escadaria da Piazza di Spagna também interditada, o burburinho principal se encontrava nas redondezas da Piazza Navona, sempre animada, com artistas de rua, turistas, cafés e restaurantes.
49-roma-piazza-navona-sempre-bem-frequentada
ROMA – Piazza Navona sempre bem frequentada
Ali bem perto, um segredo imperdível: Chiesa San Luigi dei Francesi, com 3 pinturas maravilhosas do Caravaggio.
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Caravaggio

Do Pantheon, às fontanas, passear por Roma você pode se deparar com uma ruína romana a cada esquina. Cantos e pequenas ruas super lindas, lojinhas muito particulares, e um astral muito descontraído!

51-roma-pantheon

ROMA – PANTHEON

Passamos no Vaticano no fim do dia, onde visitamos a Basilica de San Pietro, e vimos, entre outras coisas, a Pietá de Michelangelo.
E na saída, novamente as luzes do fim do dia e início da noite deixaram-nos de boca aberta!
67-roma-vaticano-missa-do-papa-francesco-1
No dia seguinte, visita ao Museo del Vaticano, onde pudemos ver tantas coisas belas, mas principalmente a Capela Sistina com o famoso afresco de Michelangelo, e a Stanza di Raffaello, com o afresco do mesmo: A escola de Athenas.
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
ROMA – Vaticano -Escola de Atenas – Rafaello

Therme di Caracalla, Coliseo, Foro Romano, Campidoglio, Altare della Pace, Colonna di Traiano, Arco di Constantino, outro percurso maravilhoso!

OLYMPUS DIGITAL CAMERA
ROMA – Foro Romano I
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
ROMA – Termas de CAracalla

No Domingo assistimos a uma missa do Papa Francesco, na Piazza della Basilica di San Pietro, para canonização de 3 beatos, com direito a passeio do Papa no papamóvel. Uma benção! Pois este Papa é demais!!!!

OLYMPUS DIGITAL CAMERA
ROMA – Papa Francisco no Papa Móvel

E não poderia faltar um almoço-picnic em Roma… na Villa Borghese, depois de uma linda vista da cidade do alto!

MILANO
Ir a Milano é ir na Piazza DUOMO. Ano da EXPO 2015 em Milano, a cidade bombando.
E como não se impressionar com a Catedral e a Galleria Vittorio Emanuele II?!
Chegando ao centro, tudo se faz a pé… vai andando que vai vendo lojas, moda, design, arte, estilo, história…
Dica quente é conhecer o Museo del 900. Uma coleção de primeira dos futuristas italianos, alguns Morandi, De Chirico, e muitos Lucio Fontana.
Além de uma obra do artista contemporâneo, Michelangelo Pistoletto, da coleção permanente, que é uma das minhas obras preferidas do Museo.
Pegamos uma mostra gratuita de uma coleção que foi doada ao museu. Tudo top!
E fomos fazer nosso picnic também, regado a Prosecco no Parco Sempione, atrás do Castello Sforzesco.
Último picnic da temporada outono-inverno da toalha da Fernanda!
75 - Milano - último picnic da temporada (1)
Milano – último picnic da temporada (1)
71 - MILANO - Piazza Duomo e a famosa Galleria Vittorio Emanuele II
MILANO – Piazza Duomo e a famosa Galleria Vittorio Emanuele II
72 - MILANO - O touro da Galleria Vittorio Emanuele II
MILANO – O touro da Galleria Vittorio Emanuele II
74 - MILANO - Castello Sforzesco
MILANO – Castello Sforzesco
Itália…
E assim, foram nossos dias, eu revisitando e apresentando, e Fernanda conhecendo.
Sempre provando os Gelatos de cada lugar, pois o sorvete italiano, não tem para ninguém…
faça frio ou sol, gelato sempre!!!😉
O link para o restaurante de Murano:
ou a página do FB:
O Chef Loris foi um fofo com a gente!
Foi embora com a gente e nos acompanhou até perto do camping que ficamos depois!!!
CRis_perfil3